O Nossa Saúde oferece ajuda a saúde mental do vigilante, você já garantiu esse direito?

O suicídio é um dos problemas de saúde pública mais preocupantes no Brasil.

Considerado um tabu, falar no assunto é raro e as pessoas têm medo de procurar ajuda por receio do preconceito da família, dos amigos.

Mas não se sinta sozinho, o SindVigilantes Curitiba garantiu em Convenção Coletiva de Trabalho que todo vigilante no ato de sua contratação tem direito ao plano de saúde da operadora “Nossa Saúde”, que oferece apoio a saúde mental do vigilante.

Especialistas garantem que é um mito a ideia de que quem anuncia que tirará a própria vida não o faz. Em grande parte, as pessoas avisam antes. Apesar de, muitas vezes, os sinais serem de difícil detecção.

Confira alguns sintomas:
– Tristeza recorrente;
– Alteração de humor, sono e apetite;

Preocupação com sua própria morte ou falta de esperança.
As pessoas sob risco de suicídio costumam falar sobre morte e suicídio mais do que o comum, confessam se sentir sem esperanças, culpadas, com falta de autoestima e têm visão negativa de sua vida e futuro.

Expressão de ideias ou de intenções suicidas.
Pode parecer óbvio, mas muitas vezes são ignorados:

“Vou desaparecer.”
“Vou deixar vocês em paz.”
“Eu queria poder dormir e nunca mais acordar.”
“É inútil tentar fazer algo para mudar, eu só quero me matar.”

O suicida não quer acabar com a vida e sim com a dor.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published.

Você pode gostar da próxima notícia.