Espaço da Mulher

O SindVigilantes Curitiba tem uma secretária exclusiva para atendimento, acolhimento, denuncias entre outros assuntos de interesse da mulher. Com o passar dos anos as mulheres foram conquistando espaço na segurança privada e com isso, devido às barreiras encontradas, houve necessidade de lutarmos pela igualdade de oportunidades na categoria, iniciativa essa representada pela Secretária da Mulher.

O sindicato sempre esteve engajado na luta para recolocação das vigilantes no mercado de trabalho, principalmente a partir de 2014, no qual o número de mulheres começou a diminuir significativamente na categoria.  Iniciamos nossa caminhada para garantir percentual mínimo de vagas para as vigilantes, propondo projetos na esfera estadual e municipal, que inibissem essa prática.

Em 2014 o sindicato tentou através da Assembleia Legislativa do Paraná, foi apresentado o Projeto de Lei pelo deputado Gilberto Ribeiro, que exigia 20% de vigilantes femininas nos contratos públicos, mas a proposta foi arquivada.  O Pl parou na Comissão de Constituição e Justiça – CCJ,  pelo relator deputado estadual Pastor Edson Praczyk, que apresentou parecer contrário, sendo arquivado.

(Foto: Sec da Mulher, Juliana Gonçalves de Paula, o Ex-Deputado Estadual,Gilberto Ribeiro, Paulo Litro e o Sec de Pol Sindical, Paulo Roberto Rodrigues).

Em 2016, outra tentativa. O SindVigilantes, através da vereadora Julieta Reis pela Câmara Municipal de Curitiba, tentou novamente inserir a mulher o mercado da segurança privada, mas não teve sucesso. O projeto foi aprovado pelos vereadores, mas foi vetado pelo prefeito.

Atualmente tramitando na Assembleia Legislativa está o PL 12/2017 de autoria do Deputado Estadual, Paulo Litro. O PL propõe que no mínimo, 20% das vagas de vigilantes e seguranças em empresas que vencerem licitações para prestarem serviços à administração direta e indireta, sejam ocupadas por mulheres.

(Foto: Sec de Imprensa, Clailton Silva, Deputado Estadual, Paulo Litro e Sec da Mulher, Juliana Gonçalves de Paula).

Além de projetos de lei em favor das mulheres, o SindVigiantes oferece diversos benefícios para nossas vigilantes, como; assessoria jurídica, cursos com bolsa integral e quando sócia, tem direito ao nosso clube de vantagens, chácara, colônia de férias entre outros.

O contato com a secretaria da mulher é pelo 3332-9293 ou pelo WhatsApp.

wpChatIcon